in

ONU convida brasileiros a participar de pesquisa online sobre o futuro que queremos

card UN75 e1583871855609

card UN75 e1583871855609A Organização das Nações Unidas (ONU) completa 75 anos em 2020 e, para marcar o aniversário, está realizando uma conversa global sobre o papel da cooperação internacional na construção do futuro que queremos. Além de diálogos presenciais em todos os cantos do planeta — chamados Diálogos UN75 —, há uma pesquisa online, de um minuto, disponível em português clicando aqui.

As respostas ajudarão a melhorar a gestão internacional dos temas globais que exigem uma cooperação entre fronteiras, setores e gerações, necessária para termos um mundo mais seguro, justo e sustentável para todas e todos.

A pesquisa quer saber como os brasileiros imaginam o mundo daqui a 25 anos, quais tendências globais podem afetar nosso futuro, qual a importância da cooperação internacional e que conselho dariam ao secretário-geral da ONU, António Guterres, para lidar com estas questões.

Os questionários online estão disponíveis em 41 idiomas. Os resultados serão apresentados a líderes mundiais e dirigentes da ONU, incluindo em um encontro de alto nível com chefes de Estado e de governo reunidos em Nova Iorque no dia 21 de setembro de 2020.

A iniciativa Diálogos UN75 foi lançada no dia 1º de janeiro deste ano como a maior conversa global sobre o futuro do mundo. Na ocasião, Guterres lembrou que “nenhum país, nenhuma comunidade é capaz de resolver os problemas complexos do nosso mundo sozinhos” e pediu a participação de todos no processo.

“Precisamos da sua opinião, de suas estratégias e de suas ideias para que possamos trabalhar melhor para as pessoas do mundo as quais devemos servir”, afirmou o secretário-geral da ONU.

Fonte

O post “ONU convida brasileiros a participar de pesquisa online sobre o futuro que queremos” foi publicado em 10th March 2020 e pode ser visto originalmente diretamente na fonte ONU Brasil

Ponds on the Ocean ICESCAPE e1443799597642

Relatório da ONU mostra aceleração dos impactos das mudanças climáticas

Indígenas do sul da Bahia realizam marcha na Esplanada dos Ministérios contra retrocesso nas demarcações