in

OMS pede que países se unam ao esforço multilateral para vacina COVID-19

Ensaio para desenvolver uma vacina para o coronavírus está em andamento no Instituto Jenner da Universidade de Oxford. Foto: Universidade de Oxford / John Cairns

Ensaio para desenvolver uma vacina para o coronavírus está em andamento no Instituto Jenner da Universidade de Oxford. Foto: Universidade de Oxford / John Cairns

Os países que não assinaram um mecanismo global que se compromete a fornecer acesso justo e oportuno a uma vacina COVID-19 são instados a fazê-lo até esta sexta-feira (18), disse o chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) em uma reunião virtual de Estados-membros, realizada na véspera do fim do prazo.

O chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, lembrou os participantes de que, até agora, mais de 170 países expressaram interesse em ingressar no COVAX Global Vaccines Facility.

É co-liderado por Gavi, a Aliança das Vacinas; pela Coalizão para Inovações de Preparação para Epidemias (CEPI) e pela OMS.

“Exorto os países que ainda não aderiram ao COVAX a fazê-lo até o prazo de amanhã para enviar seus acordos de compromisso à Gavi”, disse Tedros na quinta-feira (17).

O COVAX Facility pretende entregar 2 bilhões de doses até o final do próximo ano. No mês passado, havia nove vacinas no seu portfolio e outras nove em avaliação.

O chefe da OMS destacou o apoio de sua agência aos esforços para desenvolver uma vacina para combater a doença do novo coronavírus.

Casos se aproximam de 30 milhões

Na quinta-feira, havia mais de 29,7 milhões de casos em todo o mundo, incluindo mais de 937 mil mortes.

“As vacinas serão uma ferramenta vital para controlar a pandemia. Mas não temos garantia de que uma vacina em desenvolvimento funcionará”, disse Tedros no encontro.

“Quanto mais chutes a gol, maiores são as chances de ter uma vacina muito segura e eficaz. É por isso que estamos trabalhando para promover a solidariedade e a colaboração globais na pesquisa de vacinas.”

Testes, tratamento, vacinas para todos

O COVAX Facility é um dos quatro pilares do Acelerador de Acesso às Ferramentas COVID-19 (ACT), que visa acelerar o desenvolvimento e a produção de testes, medicamentos e vacinas que estarão disponíveis a todas as pessoas, em todos os lugares.

O ACT-Acelerador foi lançado em abril e, até agora, recebeu cerca de 2,7 bilhões de dólares para cumprir a meta de produzir 2 bilhões de doses da vacina, além de 245 milhões de tratamentos e 500 milhões de testes.

Na semana passada, o secretário-geral da ONU, António Guterres, apelou a um “salto quântico no financiamento” para atender os 35 bilhões de dólares ainda necessários.

Fonte

O post “OMS pede que países se unam ao esforço multilateral para vacina COVID-19” foi publicado em 18th September 2020 e pode ser visto originalmente diretamente na fonte ONU Brasil

TrSEZyUY0reRY PL7zm7crY15k0LjDQjGwRw4A MJrI

OPAS lança campanha no Dia Mundial da Segurança do Paciente

Vídeo: Comissão Mista Temporária da Reforma Tributária – 18/09/2020