in

Estação de tratamento vai garantir água para centenas de famílias em Alpestre/RS

Município decretou situação de emergência em razão dos problemas de falta de água na zona rural

eta

Diante dos constantes problemas de falta de água potável para famílias que residem em localidades do interior do município, a Administração Municipal de Alpestre, no Norte do Estado, decidiu implantar um sistema de captação e tratamento de água trazida na barragem da Usina Foz do Chapecó, no rio Uruguai. A Estação de tratamento é constituída por um conjunto de caixas d’agua, cujo funcionamento se dá por meio de processos físico-químicos, tendo como principais agentes a decantação, floculação, filtragem e desinfecção. A ETA é composta por quatro reservatórios de tratamento e quatro de armazenamento.

Após tratada, a água é canalizada para uma estrutura composta de 10 reservatórios de 20 mil litros – da estação antiga – na distribuição final às famílias ainda serão utilizados mais sete reservatórios de 20 mil litros cada. A rede de distribuição, através da qual a água chega às residências das famílias, possui 130 mil metros de extensão.

Captação de Água

Segundo o prefeito de Alpestre, Waldir Zasso, a água é captada no lago da usina e canalizada por uma tubulação de 2,3 mil metros até a ETA e dali, após tratada, é distribuída às famílias.

“Com esse empreendimento estaremos beneficiando com água potável, 399 famílias, os moradores das localidades de Volta Grande, Alto Alegre, Encruzilhada Dom José, Dom José, Boa Esperança, Taquaruçú e Encruzilhada Gaúcha”, disse.


LEIA TAMBÉM: PESQUISADO PESQUISADORES DA UFR PATENTEIAM SISTEMA PARA TRATAMENTO DE ÁGUAS COM AGROTÓXICOS


Zasso informou, ainda, que as obras iniciaram em agosto deste ano e a estrutura deve entrar em funcionamento antes do final de 2020.

“A ETA terá 420 mil litros de reservatório e complementa outra estrutura que já havia no local e desta forma solucionamos um problema histórico de desabastecimento”, afirma. A estação que terá capacidade de tratamento de 30 mil litros de água por hora tem um custo de R$ 800 mil e são aplicados recursos do próprio município, informa a Administração Municipal.

Emergência

Alpestre é um dos municípios do Rio Grande do Sul que decretou situação de emergência em razão dos problemas de falta de água na zona rural. Atualmente cinco caminhões-pipa (dois da prefeitura e três contratados) transportam, diariamente, 100 mil litros de água potável da Corsan para localidades da zona rural. “A prolongada estiagem provocou a redução drástica do nível da água de rios, açudes, fontes naturais e até de poços artesianos”, disse o prefeito Zasso.

Fonte: Correio do Povo.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MESMO COM PROIBIÇÃO, TUBOS DE AMIANTO ESTÃO PRESENTES NA REDE DE ÁGUA DE 66 CIDADES DO CEARÁ

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: O QUE SE SABE SOBRE O NOVO VÍRUS CHAPARE, CAUSADOR DE FEBRE FATAL COM TRANSMISSÃO ENTRE HUMANOS

O post Estação de tratamento vai garantir água para centenas de famílias em Alpestre/RS apareceu primeiro em .

Fonte

O post “Estação de tratamento vai garantir água para centenas de famílias em Alpestre/RS” foi publicado em 20th November 2020 e pode ser visto originalmente diretamente na fonte

Áudio: Associações médicas farão maratona on-line pela prevenção do diabetes

Exército reduz desempenho com orçamento seis vezes maior