Cuidado: animal na pista. Foto: Mário Alves.

Tramita na Assembleia Estadual de São Paulo (Alesp) o Projeto de Lei (PL) 1242/2019 para a construção de passagem de fauna nas rodovias paulistas. O PL foi protocolado na sexta-feira (22) pelo deputado estadual Emídio de Souza (PT-SP). A medida visa reduzir o número de atropelamento da faunas nas rodovias de São Paulo. 

“As rodovias paulistas colecionam milhares de atropelamentos de animais por ano em suas vias. Tais atropelamentos poderiam ser evitados com a construção de passagens para a fauna, que nada mais são do que corredores seguros para o trânsito dos animais”, justifica o deputado.

As estradas impactam de duas maneiras os animais: um pela perda causada por atropelamento. Este impacto é direto e pode ser contabilizado. Já o impacto invisível é o efeito barreira, que resulta em manter uma população isolada de outras. No médio e longo prazo, esse efeito pode causar na perda da variabilidade genética da população, já que a isolada cruzará entre si, o que pode, eventualmente, ocasionar em extinções locais e regionais.

O Estado de São Paulo, o mais desenvolvido do país, carrega a marca de ser o que lidera o número de animais atropelados, segundo estimativas do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estrada da Universidade Federal de Lavras aponta São Paulo como o estado com maior número de animais atropelados.

O PL propõe não só a construção das passagens para faunas em novas rodovias, mas também, nas que estiverem passando por ampliação ou duplicação, e que se encontrem próximas a florestas nativas, parques estaduais e áreas de proteção ambiental.

A proposta dá um prazo de um ano para que as rodovias existentes se ajustarem à legislação. O projeto de lei inclui também as rodovias que foram concedidas ou estão em fase de concessão à iniciativa privada.

Projeto de Lei sobre o mesmo assunto está no Congresso

Também tramita desde 2015, um projeto de lei no Congresso sobre atropelamento de fauna. O PL 466/2015 de autoria do deputado Ricardo Izar (PP-SP), determina a criação de um cadastro nacional de acidentes com animais silvestres e uma fiscalização constante nas áreas de maior incidência desses problemas. Outra medida proposta é a criação de passagens aéreas ou subterrâneas para a fauna, tais como passarelas, pontes, cercas e refletores, além da instalação de sinalização e redutores de velocidade em áreas de maior incidência de atropelamentos.

O PL 466/2015 já passou pelas comissões de de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável ( CMADS ) e de Constituição e Justiça e de Cidadania ( CCJC ). A matéria está pronta para ir ao Plenário. 

 

Leia Também

Projeto sobre atropelamento de fauna será votado no plenário

Projeto de lei quer reduzir atropelamento de animais

Atraso na aprovação de legislação dificulta medidas de combate ao atropelamento de fauna

 

O post Deputado quer que São Paulo tenha passagens de fauna contra atropelamento apareceu primeiro em ((o))eco.

O post “Deputado quer que São Paulo tenha passagens de fauna contra atropelamento” foi publicado em 1st December 2019 e pode ser visto originalmente na fonte ((o))eco