in

capital paciente no campo do impacto

pra quê?

vejo 4 caminhos:

1. gerar/qualificar/ampliar pipeline
como?

apoiar aceleradoras/incubadoras
pra busca & seleção de + negócios de impacto

lembrando que fora do eixo
há muitos empreendedores
que ainda não se reconhecem como sendo
‘de impacto’

2. testar/ampliar oferta de
instrumentos financeiros pró-impacto
como?

fomentando este tipo de soluções
desde seu nascedouro
sobretudo com
o chamado ‘first loss’
e com suporte institucional aos custos fixos
que inviabilizam o modelo no início

3. apoiar org intermediárias e ecossistema

lembrando que muitas org intermediárias
são sem fins lucrativos
e têm modelos de negócios pra lá de desafiadores

além disso
há muitos ecossistemas locais pelo país
que têm emergido e prescindem de apoio

4. conteúdos/estudos/mapas
como?

talvez o pilar mais desafiador seja o apoio:
à produção de conteúdo
à formação de pessoas
à produção de estudos e mapeamentos

sem informações, dados e conteúdos
sem estudos independentes
sem avaliação de impacto robustas

como seguir apostando no impacto
de soluções que
ainda precisam provar seu impacto?

deixo como dica:
painel do Skoll Fórum de 2017
com ótimo debate sobre este e outros pontos

#impactonaencruzilhada

O post capital paciente no campo do impacto apareceu primeiro em Fábio Deboni.

Fonte

O post “capital paciente no campo do impacto” foi publicado em 16th setembro 2020 e pode ser visto originalmente diretamente na fonte Fábio Deboni

qual valor pra sociedade?

Regulamentação do Fundeb é tema de projeto